Diante das significativas dificuldades que o setor empresarial tem enfrentado para acessar crédito, a fim de conseguir sobreviver à crise relacionada à pandemia do coronavírus, o senador Rodrigo Cunha resolveu empreender a ação “Emprestômetro”. Com o envolvimento do Sebrae, a iniciativa pretende monitorar o acesso a crédito pelas empresas e buscar desatar os nós que têm impedido a concessão dos empréstimos. 
 
A preocupação do senador é especialmente com as pequenas e micro empresas, que precisam urgentemente de fomento neste momento. O “Emprestômetro” visa a acompanhar a chegada de recursos do Governo Federal para as micro e pequenas empresas e sua utilização. 
 
A ideia é que a ferramenta seja implementada pelo Sebrae juntamente com o Banco Central, o Ministério da Economia e os bancos públicos. A sugestão foi encaminhada pelo senador Rodrigo ao superintendente do Sebrae em Alagoas, Marcos Vieira, para que seja criado um grupo de trabalho para executar essa ação. 
 
Outra sugestão de Rodrigo é que o Sebrae realize um mutirão de atendimento aos micro e pequenos empresários, fazendo a ponte com os bancos públicos. O Emprestômetro também deve contar com o envolvimento da Fecomércio, da Federação das Câmaras dos Dirigentes Lojistas, da Federação das Indústrias de Alagoas e da Federação das Associação Comerciais de Alagoas.
 
“Temos recebido muitas queixas dos empresários neste momento de tantas dificuldades. Dados do próprio Sebrae informam que só 30% das empresas têm conseguido acessar o crédito de que precisam. O Emprestômetro é uma forma de acompanhar o dinheiro disponível e ajudar as empresas a botarem as mãos nos recursos que estão sendo disponibilizados pelo governo”, pontua Rodrigo.

Acompanhe o trabalho do Rodrigo Cunha




Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments