O Senado aprovou hoje um projeto que amplia para dezenas de categorias o pagamento da Renda Básica Emergencial de Cidadania, um auxílio de até R$ 1.200 por família. O senador Rodrigo Cunha foi um dos que trabalhou intensamente para que mais categorias de trabalhadores consigam receber esse recurso, apresentando emendas para melhorar o texto.

Agora, além de novas categorias profissionais, como caminhoneiros, marisqueiras, taxistas, entre tantos outros, ficou mais claro que desempregados e trabalhadores intermitentes terão direito ao benefício de R$ 600 por mês. Mães adolescentes terão direito ao auxílio, e pais que criam sozinhos seus filhos também foram incluídos no direito à parcela familiar, de R$ 1.200. Antes só as mães que são chefes de família podiam receber esse valor.

“Esta é uma medida que vai aliviar muito a difícil situação enfrentada por setores mais desassistidos da população. Cobrei pressa na destinação pelo governo desses valores, e agora essa ampliação é algo relevante”, avalia o senador Rodrigo Cunha.

Segundo a Caixa Econômica Federal, que gerencia essa ação, o auxílio já foi pago a 31 milhões de pessoas, totalizando R$ 22 bilhões.

Acompanhe o trabalho do Rodrigo Cunha




Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments