Após garantir recursos, Rodrigo Cunha discute com delegados detalhes da criação da primeira delegacia de combate à corrupção de Alagoas

O senador Rodrigo Cunha deu sequência nesta segunda-feira ao trabalho que tem feito para que seja criada a primeira delegacia especializada no combate à corrupção em Alagoas. Na manhã de hoje ele se reuniu com os delegados Francisco de Assis Amorim Terceiro, Fabrício Nascimento, Carlos Alberto Rocha Fernandes Reis, e com a delegada adjunta Kátia Emanuelle para discutirem o tema. No final de 2019, o senador Rodrigo emplacou na Lei de Diretrizes Orçamentarias (LDO) uma emenda para a criação da divisão.

Os recursos, da ordem de R$ 600 mil, são fruto de uma parceria do senador com a deputada Tereza Nelma. E serão usados para equipar a delegacia com instrumentos especializados, bem como na aquisição de softwares, importantes para complementar o trabalho de inteligência desenvolvido pela Polícia Civil.

Hoje, as investigações dos crimes de corrupção e lavagem de dinheiro em Alagoas ficam a cargo da Delegacia Especializada de Crimes contra a Ordem Tributária e a Administração Pública (Decotap), o que acaba sobrecarregando os profissionais que atuam também no combate a crimes tributários e contra a administração pública em todo o estado.

“A Polícia Civil de Alagoas tem delegados e policiais competentes e comprometidos no combate ao crime de corrupção, é imprescindível que tenham um local de trabalho adequado, com todos os equipamentos e recursos necessários. Combater o uso indevido do dinheiro público é uma das minhas linhas de atuação, e é muito importante para o desenvolvimento de outras áreas”, destacou Rodrigo Cunha.

Os recursos estão assegurados, e dão força à aprovação do Projeto de Lei que trata da criação da Divisão Especial de Combate à Corrupção(DECCOR), que tramita na Assembleia Legislativa de Alagoas.

Acompanhe o trabalho do Rodrigo Cunha




Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments