Na Mídia / Notícias

Publicado dia 09/04/2019 - 18h14     |     Atualizado dia 15/04/2019 - 18h18

Senador Rodrigo Cunha pede audiência pública para debater situação de 1.700 creches e pré-escolas paradas no País

Situação de 1.700 creches

planejamento de fiscalização das creches

Cerca de 1.700 creches e pré-escolas em construção no País estão paralisadas ou com cronogramas de obras atrasados, uma situação que levou o senador Rodrigo Cunha (PSDB-AL) a promover uma série de audiências públicas na Comissão de Transparência, Governança, Fiscalização e Controle e Defesa do Consumidor (CTFC) do Senado, presidida por ele.

Para o senador, é injustificável que haja tantas obras suspensas, provocando um prejuízo em cascata para crianças em uma fase crucial de seu desenvolvimento e para as mães, que muitas vezes não podem assumir um trabalho por não terem um lugar seguro para deixar os filhos. 

 “Tão danoso quanto a corrupção é a má utilização dos recursos públicos”, aponta o senador, antecipando que as audiência públicas debaterão a situação das creches e pré-escolas que ainda não foram entregues. Um dos objetivos é identificar os motivos por trás dessa paralisia e buscar caminhos para solucionar o problema.

"É preciso ter transparência”, defendeu o senador. Ele informa que, somente em Alagoas, um dos menores estados da Federação, 46 obras voltadas à educação na primeira infância estão paradas. 

“Cabe a nós exercer aquilo que considero ser nosso principal papel: ser um fiscalizador dos recursos e dos serviços públicos”, declarou Rodrigo Cunha. “Com um olhar para a mulher, para a sociedade e para a economia, esta comissão pode dar uma grande contribuição ao nosso País”, finalizou o senador.

Demanda reprimida

De acordo com a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad), do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), um terço das crianças mais pobres do País na faixa de 0 a 3 anos está fora da creche por falta de vagas.

A ausência de creches para essa parcela da população repercute negativamente por toda a vida da criança que foi excluída da sala de aula na primeira infância. É nessa fase que está sendo desenvolvido o potencial cognitivo e social da criança. Os danos também contaminam o  potencial produtivo de pais e mães. Estudo da Fundação Getúlio Vargas indica que a rede de creches públicas instalada no Brasil só atende a 30% das crianças.



Gabinete Maceió: Praça Dom Pedro II, s/n, Centro. CEP: 57020-900

Gabinete Arapiraca: Rua São João, 200, Alto do Cruzeiro. CEP: 57311-225

© Mandato Rodrigo Cunha.
Todos os direitos reservados.